Monday, June 08, 2009

Como falar de ti?



Eu sou daquele tipo de pessoas que escreve muito mais em momentos de tristeza do que em momentos de alegria. Acho que muitos de vocês se identificam com este tipo de atitude. Parece que as emoções entram em cascata nos momentos mais melancólicos da nossa existência. Parece que estas emoções servem de engrenagem e imprimem movimento às palavras, às frases.
Hoje decidi contrariar os meus princípios e escrever sobre uma coisa alegre, mas que acabará por me trazer lágrimas aos olhos e ranhos ao nariz. Infeliz sorte, acabo sempre nestas lamechices.
Não sei se já o fizeram antes, mas quando escrevo em papel as coisas que, para mim, são as mais importantes na minha vida, essa coisa, que vos quero falar, aparece juntamente com outras coisas como: o meu bem-estar físico e psicológico, a minha família nuclear.
O que seria de mim sem os carinhos constantes, a paciência inabalável, o amor verdadeiro, a segurança dos teus braços, o teu olhar a refulgir de paixão e meiguice. Já ouvi vezes sem conta que eu fui um turbilhão na tua vida. Que sem mim não sabes como é que as coisas estariam, como é que a TUA vida estaria. E o que seria de mim sem ti, Fernando? Como estaria a MINHA vida? Como daria eu passos em frente de olhos vendados? Como encararia eu o dia de amanhã se, dentro de mim, soubesse que esse dia não viria? Nestes dias de alienação, era a tua voz que ouvia, era o teu amor que desejava, a tua presença. O resto era irrelevante, mesquinhices asquerosas. Estás sempre com medo de me perder, que mascaras o meu próprio medo de te perder, que é tanto ou maior do que o teu.
Tu completas-me Fernando, e quero que o saibas. Hoje e para sempre.

A música que me inspirou:

5 comments:

Ragof said...

Ok ok... Eu não vou chorar... Eu NÂO vou chorar... Oh não, não aguentei ='''') lol
É tão bom quando vemos assim palavras puras e sinceras.
Felicidade para vcs =). Adoro-vos xD

Water Element said...

Tão fofo. Nós também gostamos muito de ti! =)

Tudo de bom! kiss

operte said...

Ooooh!!! Que coisa tão linda :') Fiquei logo todo emocionado... :'p

Repito o que o rafa disse: felicidades para vocês!!! :)

pedropina said...

coincidencias à parte
faço minhas as tuas palavras:

"E o que seria de mim sem ti, Fernando? Como estaria a MINHA vida? Como daria eu passos em frente de olhos vendados?"

Water Element said...

=)