Saturday, July 28, 2007

U & I




Como já te disse, sinto-me tão culpado por ter sido tão imaturo. Como é que fui deixar que as coisas chegassem a este ponto? Porque é que não previ tudo o que está a acontecer agora? Foi bom imaginar que tínhamos uma casa erguida junto a uma praia que nos esquecemos de dar o nome. Que ias levar o teu cãozinho e o teu gatinho preto para lá, porque estes dão-se muito bem como fizeste questão de referir. Foi bom imaginar que ia passar os dias mais felizes da minha vida em Lisboa, na tua companhia, e que tudo iria dar certo.
Que imaturidade da minha parte. Não quis saber do futuro, não quis saber do “e depois disso?”, só pensei naqueles sete dias e esqueci-me do futuro. Sempre que me ocorria essa ideia pela cabeça ignorava. Não quis reconhecer que uma relação como a nossa não ia funcionar, que nós não somos diferentes dos outros, que a distância e a ausência acabaria por tornar as coisas ainda mais difíceis que estão a ser agora. Estive a semear ventos para colher tempestades. Mas tens razão, seria muito pior se tivéssemos deixado as coisas andar, se não reconhecêssemos que isto está errado e que se alimentássemos este sentimento, o sofrimento seria muito maior. Decidimos o melhor para os dois…espero eu.

Ficarás sempre no meu coração.

2 comments:

João Visionário said...

:( Nunca sei o que dizer, sinto-me sempre triste, de peito apertado e com os olhos marejados quando leio algo deste género...
se decidiram entre os dois e a bem, tanto melhor, mas é sempre dificil... nem quero personificar-me numa situação assim.
neste ano e quatro meses, liguei-me ao filipe de um modo tão forte, quase de uma maneira dependente, que não saberia como seria sem ele. as coisas mais simples do quotidiano teriam de ser reaprendidas tal como toda a minha rotina, seria a coisa mais dificil da minha vida e sofreria uma grande transfornmação em vários niveis... todos para pior seguramente.
tem força e encara as coisas com optimismo e da melhor maneira possivel. falar é facil, facil demais, mas tem de se começar por algum lado! um grande abraço e tudo de bom!

Hel said...

Amigo,

Compreendo o que estas a passar. A distância mina muita coisa. Mas quando há um sentimento, e ele é forte...Vence-se tudo. Eu acredito que vocês vão voltar e lutar por esse amor. Porque só assim serão felizes.